Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Em preparação à Romaria - 6º dia: Novena de N. Sra. da Salette

Publicado em MARCELINO RAMOS
Lido 86 vezes
Avalie este item
(0 votos)

 

6° Dia:15/09/2017

As maravilhas do amor em família.

Memória de Nossa Senhora das Dores

RITOS INICIAIS

Animador: Irmãos e irmãs sejam todos bem-vindos! Neste 6º encontro da nossa novena somos convidados a refletir sobre a importância do amor em família. Hoje, também celebramos o dia de Nossa Senhora das Dores. Com ela, roguemos por nossas famílias para que que vivam em santidade.

Na alegria do amor em família, iniciemos nossa Santa Missa Cantando:

v  Procissão

v  Saudação Inicial

v  Ato Penitencial

v  Glória

v  Coleta

LITURGIA DA PALAVRA

Animador: A família deve ser o lugar onde a Palavra de Deus é vida, acolhida e celebrada, pois ela tem a missão de ser a “Igreja Doméstica”, ou seja, é na família que se constroem os primeiros ensinamentos da fé cristã. Iluminados por esta motivação, escutemos atentamente a Palavra proclamada:

PRIMEIRA LEITURA - Hb 5,7-9

Leitura da Carta aos Hebreus:

 Cristo, nos dias de sua vida terrestre, dirigiu preces e súplicas, com forte clamor e lágrimas, Àquele que era capaz de salvá-lo da morte. E foi atendido, por causa de sua entrega a Deus. Mesmo sendo Filho, aprendeu o que significa a obediência a Deus por aquilo que ele sofreu. Mas, na consumação de sua vida, tornou-se causa de salvação eterna para todos os que lhe obedecem.

Palavra do Senhor. Graças a Deus.

RESPONSORIAL - Sl 30

Salvai-me pela vossa compaixão, ó Senhor Deus!

1.Senhor, eu ponho em vós minha esperança;

que eu não fique envergonhado eternamente!

 Porque sois justo, defendei-me e libertai-me

apressai-vos, ó Senhor, em socorrer-me!

2. Sede uma rocha protetora para mim,

um abrigo bem seguro que me salve!

Sim, sois vós a minha rocha e fortaleza;

por vossa honra orientai-me e conduzi-me!

3. Retirai-me desta rede traiçoeira,

porque sois o meu refúgio protetor!

 Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito,

porque vós me salvareis, ó Deus fiel!

4. A vós, porém, ó meu Senhor, eu me confio,

e afirmo que só vós sois o meu Deus!

Eu entrego em vossas mãos o meu destino;

libertai-me do inimigo e do opressor!

5. Como é grande, ó Senhor, vossa bondade,

que reservastes para aqueles que vos temem!

Para aqueles que em vós se refugiam,

mostrando, assim, o vosso amor perante os homens.

 

SEQUÊNCIA

De pé a Mãe dolorosa, junto da Cruz, lacrimosa, via Jesus que pendia.

No coração transpassado sentia o gládio enterrado de uma cruel profecia.

Mãe entre todas bendita, do Filho único aflita, a imensa dor assistia.

E, suspirando, chorava, e da cruz não se afastava, ao ver que o Filho morria.

Pobre mãe tão desolada, ao vê-la assim transpassada, quem de dor não choraria?

Quem na terra há que resista, se a mãe assim se contrista ante uma tal agonia?

Para salvar sua gente, eis que seu Filho inocente suor e sangue vertia.

Na cruz por seu Pai chamando, vai a cabeça inclinando, enquanto escurece o dia.

Faze, ó Mãe, fonte de amor, que eu sinta em mim tua dor, para contigo chorar. Faze arder meu coração, partilhar tua paixão e teu Jesus consolar.

Ó Santa Mãe, por favor, faze que as chagas do amor em mim se venham gravar.

O que Jesus padeceu venha a sofrer também eu, causa de tanto penar.

Ó dá-me, enquanto viver, com Jesus Cristo sofrer, contigo sempre chorar!

Quero ficar junto à cruz, velar contigo a Jesus, e o teu pranto enxugar.

Virgem Mãe tão Santa e pura, vendo eu a tua amargura, possa contigo chorar.

Que do Cristo eu traga a morte, sua paixão me conforte, sua cruz possa abraçar!

Em sangue as chagas me lavem e no meu peito se gravem, para não mais se apagar.

No julgamento consegue que às chamas não seja entregue quem soube em te se abrigar.

Que a Santa cruz me proteja, que eu vença a dura peleja, possa do mal triunfar!

Vindo, ó Jesus, minha hora, por essas dores de agora, no céu mereça um lugar.

 

EVANGELHO – Lc 2,33-35

O Senhor esteja convosco.

Ele está no meio de nós.

 Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.

Glória a vós Senhor.

Naquele tempo: O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele.  Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus: “Este menino vai ser causa tanto de queda como de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição.  Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma”. Palavra da Salvação. Glória a vós Senhor.

 

HOMILIA...

ORAÇÃO DA ASSEMBLEIA

Padre: A dignidade e a responsabilidade da família cristã como "igreja doméstica" só podem ser vividas com a ajuda incessante de Deus. Neste momento apresentamos ao Senhor as nossas preces, após cada pedido cantemos:

Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!  Abençoa Senhor, a minha também (bis).

Um Pai: Senhor, nós vos agradecemos e vos louvamos por nos ter confiado tão grandiosa missão, a paternidade. Jesus, pedimos o conforto para os nossos corações, a força para as nossas lutas, a esperança diante de nossos sofrimentos. Que possamos oferecer aos nossos filhos momentos de diálogo, de escuta, de orientação e de oração. E espelhados no exemplo de São José, sejamos defensores da família, cantemos:

Uma Mãe: Pela intercessão de Nossa Senhora, modelo perfeito de esposa e mãe, venho a vós, Senhor, para louvar e agradecer o dom de ser mãe. Obrigada Jesus por tão sublime missão. Querida Mãe Maria, que o coração de cada mãe seja terra boa e produza bons frutos em nossas famílias. Dai-nos Senhor, as virtudes necessárias para o exercício da maternidade: a sabedoria, a mansidão, a perseverança, a coragem a fé e o amor. Que nossa presença em casa e na nossa família crie, a exemplo de Maria, um ambiente familiar cristão, acolhedor, bondoso e de respeito à vida, cantemos:

Um Filho: Jesus, nós vos agradecemos pelos nossos pais.  Ajude-nos a sermos bons filhos. E que, no seio de nossas famílias possamos cultivar: carinho, respeito, obediência, cooperação, fé e amor. Derramai Senhor, sobre nossos pais e nossas mães as bênçãos de uma vida longa e concedei-lhes a graça mais importante de viverem sempre na Vossa amizade,cantemos:

Padre: Ouvi Pai de bondade as preces que vos dirigimos em favor de nossas famílias. Vos pedimos por Cristo na unidade do Espírito Santo. Amém.

LITURGIA EUCARÍSTICA

Animador: O amor é uma dimensão fundamental, imprescindível em qualquer relação. A família sustentada sobre o amor permanece firme, sólida. O Papa Francisco afirma que quando falta o amor, automaticamente também falta a alegria. Para que não falte o amor, o respeito e a caridade em nossas famílias, com o pão e o vinho apresentemos no Altar do Senhor a nossa disponibilidade de ser e viver em Família.

(Um casal de idosos, acompanhados de seus netos, levam até o Altar do Senhor o pão e o vinho)

v  Oração Eucarística

v  Rito da Comunhão

v  Silêncio

v  Oração pós Comunhão

 

MOMENTO MARIANO

Padre: O Papa Bento XVI nos deixa uma bela mensagem: "Queridas famílias, a vossa vocação não é fácil de viver, especialmente hoje, mas a realidade do amor é maravilhosa, é a única força que pode verdadeiramente transformar o universo, o mundo". Tocados por estas palavras encorajadoras, rezemos a Mãe de Deus e Nossa pedindo que ela nos ajude a viver a exemplo da Sagrada Família de Nazaré.

Cantemos o hino de Nossa Senhora das Dores pedindo que ela rogue por todas as famílias que passam por dificuldades e sofrimentos.

Bendita sejais, Senhora das dores. Ouvi nossos rogos. Mãe dos pecadores.

1. Ó mãe dolorosa, que aflita chorais. Repleta de angústia, Bendita sejais.
2. A voz de Simeão no templo escutais. Cruéis profecias. Bendita sejais.
3. O céu manda um anjo dizer que fujais. Da fúria de Herodes, Bendita sejais.
4. Voltando do Templo, Jesus não achais. Que susto sofrestes, Bendita sejais.
5. Que dor indizível, quando O encontrais. Com a cruz às costas, Bendita sejais.
6. A dor ainda cresce quando contemplais, Jesus expirando, Bendita sejais.
7. No vosso regaço, seu corpo abrigais. Com ele abraçada, Bendita sejais.
8. Sem filho e tal filho então suportais. Cruel solidão, Bendita sejais.

 

LEMBRETES

 

BÊNÇÃO FINAL

Senhor Deus, Pai de todos nós, derramai, pelo Vosso Espírito de amor, todas as bênçãos necessárias para as família aqui reunidas, para que elas cumpram a sua missão, seguindo o Vosso plano de amor para o bem de todos. Senhor, que as famílias assim abençoadas sejam uma verdadeira imagem da Vossa Trindade, na unidade, na ação, e na vida em comum. Isso vos pedimos por Cristo na Unidade do Espírito Santo. Amém.

Por intercessão de Nossa Senhora da Salette, a Virgem das dores, abençoe-vos o Deus todo poderoso: Pai e Filho + e Espírito Santo. Amém

 

 

 

 

Mais Lidas

Advento: Significado e origem

04 Dez 2017 Notícias Salette

O tempo do Advento

04 Dez 2017 Notícias Salette

A lição da humildade: Maria e José

05 Dez 2017 Notícias Salette