Sábado, 24 de Junho de 2017

Santuário Rio de Janeiro

Publicado em RIO DE JANEIRO
Lido 12424 vezes
Avalie este item
(1 Voto)

 Santuário Salette - Rio de Janeiro

6009297210_57df8efc59_zDesde a chegada do Pe. Clemente Henrique Moussier MS ao Brasil, em 1902, o desejo de estabelecer-se na Capital Federal Brasileira da época, foi um sonho que não demorou a concretizar-se. Foi assim que, depois dos primeiros passos dados em São Paulo, a missão saletina estabeleceu-se no Rio de Janeiro.Estabelecendo-se primeiramente  na Paróquia de Santo Cristo em 1912,  os Saletinos em seguida chegaram ao bairro do Catumbi e com ele, veio o  desejo de  erigir ali um Santuário dedicado a Nossa Senhora da Salette.

É assim que em 14 de abril de 1914, é fundada a Paróquia sob o título de Nossa Senhora das Dores da Salette, denominação que mais tarde seria suprimida para Paróquia Nossa Senhora da Salette. Em 20 de Janeiro de 1918, o Cardeal Arcoverde presidiu a Cerimônia da bênção da Pedra fundamental cujo texto da  Ata refere-se expressamente “à Bênção da pedra fundamental do Santuário de Nossa Senhora das Dores da Salette, que servirá de Matriz” à comunidade do Catumbi.

Com seu estilo gótico e uma esguia torre que abriga um conjunto de dez sinos  trazidos de  Portugal  em 1924, vitrais oriundos de Paris, confeccionados pelo  artista francês J. Grüber em 1927 e o Altar-mór em mármore datado de 1934, o Santuário de Nossa Senhora da Salette é sem dúvida uma presença de Paz e Reconciliação, de Beleza e Simplicidade, de Encanto e Encontro, de Oração e Acolhimento  em meio à realidade desafiadora onde se encontra.

Conciliando a duplicidade Santuário-Paróquia, o desafio pastoral envolve o atendimento ao  Santuário Nossa Senhora da Salette com suas variadas pastorais e  estende-se ao acompanhamento  de mais seis Capelas que fazem parte do território paroquial.        

O Rio de Janeiro de hoje, sem dúvida não é mais o mesmo que o Pe. Clemente Moussier encontrou quando aqui chegou. O bairro do Catumbi,   em língua indígena  “folha verde”,  que antes era uma área de produção de hortaliças, couve e agrião também sofreu muitas modificações no decorrer desse tempo.      

No entanto, em meio a todas essas mudanças, o desafio missionário de Evangelização continua sendo uma tarefa árdua e necessária. A devoção, a participação, a co-responsabilidade e o envolvimento das pessoas fazem do Santuário Nossa Senhora da Salette um espaço sagrado que revela a acolhida fraterna, o cuidado reconciliador, o serviço pastoral, o anúncio profético e a missão reconciliadora.

A Igreja Nossa Senhora da Salette


Fundada em 1914, seu estilo gótico com seus arcos floreiros externos e internos faz dessa imponente igreja uma das mais belasrj 10 igrejas do Rio de Janeiro. Veja alguns dos detalhes da Igreja Salette:

Sua Torre esguia chama atenção de longe. Seus Sinos ressoam por uma longa distância. Pelo portão principal adentramos à igreja Salette. Suas escadarias externas em granito rústico nos conduzem em buscar a direção do céu. Ao subir pelas escadas externa do lado esquerdo contemplamos a imagem de Nossa Senhora da Salette chorando. Ao subir pela escada externa do lado direito contemplamos a imagem de Nossa Senhora da Salette transmitindo a mensagem aos pastores. Seu Arco externo com a imagem de Nossa Senhora da Salette olhando aos céus nos conduz ao alto. Ao entrar pela porta principal nos damos conta da imensidão de beleza. Ao passar pela Porta principal, ao lado direito, temos a Memória do Pe. Clemente Mousier

Ao passar pela Porta Principal ,ao lado esquerdo,temos também a, Oração de Nossa Senhora da Salette. Do alto do campanário, pode-se ter uma visão completa da nave da Igreja. Suas colunas e ornatos tornam ainda mais atrativo seu aspecto. Seus vitrais oriundos da França encantam os olhos de qualquer visitante. Sua Via-Sacra rica em detalhes destaca-se e atrai. Sua Pintura em tons: marfim, mel e ouro se completam em perfeita harmonia. Seu presbitério reformado na década de setenta possibilita conforto e espaço para grandes celebrações. Seus móveis combinam na durabilidade e sintonia com o estilo. Permitindo que cerca de quinhentas pessoas sentadas possam participar confortavelmente de qualquer celebração. Seus altares em mármore desde 1934 misturam resistência e sutileza.

Suas Capelas possibilitam encontro e oração. Suas imagens religiosas revelam delicadeza e arte. Na Cripta da Igreja (em nível térreo) suas doze salas permitem o crescimento da pastoral e de obras sociais. No Salão de Festas acontecem casamentos, aniversários e outros eventos dos paroquianos. No Salão Paroquial Pe. Clemente Moussier, muitos eventos envolvem todas as pastorais. No estacionamento da Igreja grandes festas acontecem.


Veja as fotos:

Última modificação em Terça, 24 Março 2015 10:01

Mais Lidas

O Tempo Comum

05 Jun 2017 Notícias Salette